Como definir a frequência cardíaca pelo ECG quando o ritmo cardíaco é irregular?

 

Você sabe definir a frequência cardíaca (FC) quando o paciente tem, por exemplo, uma fibrilação atrial e, portanto, seu ritmo cardíaco é irregular? Na verdade, isso é bem simples. O blog da CardioPapers ensinou um macete para calcular a FC em casos de ritmos cardíaco irregulares, e nós estamos compartilhando a dica abaixo.

Quando o ritmo cardíaco do paciente é irregular e você precisa calcular a frequência cardíaca pelo ECG, basta lembrar que o traçado de ECG registra a atividade elétrica durante 10 segundos. Portanto, se olharmos para o DII longo na parte de baixo do ECG podemos contar a quantidade batimentos que ocorrem durante 10 segundos. Isso feito, basta multiplicar o número por 6, e você chega à quantidade de batimentos em 60 segundos.

No exemplo abaixo, o DII longo registra 19 batimentos em 10 segundos. Portanto, FC = 19×6 = 114 bpm.

 

ecg-ritmo-cardiaco-irregular-definir-frequencia
Fonte: Manual de Eletrocardiografia Cardiopapers

 

Ligamos para você!
0800 600 3720
Central de Matrículas
X
Nós ligamos para você!
Whatsapp