Vacina adesiva pode estar dando fim a seringas e agulhas

 

Um novo método de aplicação de vacinas foi desenvolvido por pesquisadores do Georgia Institute of Technology e da Emory University, ambos nos Estados Unidos. A grande vantagem da nova vacina é que ela pode ser aplicada em pessoas que tem medo de agulha e como é fácil de ser manuseada pode ser aplicada por qualquer pessoa.

A inspiração para as novas vacinas surgiu devido aos atuais adesivos para combater o tabagismo ou anticoncepcionais adesivos. O modelo de adesivo só passou por uma modificação para liberar o princípio ativo da vacina mais rapidamente, assim como as vacinas tradicionais.

Como é Feita a Nova Vacina

A vacina adesiva é feita com um material que contém 100 microagulhas que se dissolvem quando são aplicadas sobre a pele. Essas microagulhas contêm as substâncias ativas da vacina.

Para fazer a vacina os pesquisadores usaram pequenas porções desidratadas da vacina contra a influenza, e colocavam essas pequenas porções dentro dos moldes das microagulhas, feitas de um polímero que não oferece risco à saúde. Cada microagulha do adesivo tem 0,65 milímetros de comprimento. O tempo que a substância ativa leva para ser absorvida pelo organismo é de cerca de 5 minutos.

Pesquisas

Para testar o efeito das agulhas adesivas os cientistas usaram três grupos de cobaias: um dos grupos recebeu a vacina convencional, o segundo grupo recebeu a vacina adesiva com o princípio ativo, e o terceiro grupo recebeu a vacina adesiva sem princípio ativo (para descartar efeito placebo).

Os resultados foram animadores: as cobaias que receberam a vacina adesiva com o princípio ativo contra a Influenza ficaram imunes, assim como os animais que haviam sido vacinados através do método convencional. No entanto os animais vacinados com o adesivo apresentaram uma resposta à imunização mais rápida do que os animais vacinados de um modo convencional.

Resultado

O objetivo dos cientistas é conseguir criar um método de imunização que facilite o acesso da população às vacinas. Como qualquer pessoa pode aplicar a vacina em casa, o método será mais barato e vai reduzir o número de pessoas que não se submetem à imunização, melhorando a saúde pública como um todo. Os testes seguem, mas com uma boa perspectiva para logo estar sendo uma opção para a população.

Fonte: TecnologiaMix

 

Ligamos para você!
0800 600 3720
Central de Matrículas
X
Nós ligamos para você!
Whatsapp