O que devemos saber sobre Alergia Alimentar

A alergia alimentar é uma reação indesejável que ocorre após a ingestão de determinados alimentos ou aditivos alimentares. A alergia alimentar sempre envolve um mecanismo imunológico, expressando-se através de sintomas muito diversos. A maior parte dos sintomas surge minutos a horas após a ingestão.

As reações cutâneas (que envolvem a pele) mais comuns são: urticária, inchaço, coceira e eczema; do sistema digestivo: diarréia, dor abdominal, vômitos, do aparelho respiratório: tosse, rouquidão e chiado no peito. Tanto a natureza da reação como seu tempo de início e duração são importantes para estabelecer o diagnóstico de alergia alimentar, que é feito através da história clínica, testes cutâneos e/ou exames laboratoriais.

Qual o tratamento da alergia alimentar?

Não existe ainda um remédio para tratar especificamente a alergia alimentar. Em casos selecionados, para pacientes com alergia a leite de vaca e história de reação grave, é possível tentar a dessensibilização através de frações dosimetradas do próprio leite. A única forma de controle é a exclusão total do alimento identificado da dieta. Crianças com história de reação anafilática devem ter epinefrina auto-injetável sempre à disposição. Em crianças, a alergia alimentar tende a desaparecer com a idade, e deve ser tentada a reintrodução do alimento para verificar o surgimento de tolerância a ele. Em adultos, a alergia alimentar costuma ser permanente.

Fonte: Dra. Laira Vidal

Ligamos para você!
0800 600 3720
Central de Matrículas
X
Nós ligamos para você!
Whatsapp