Conheça a Odontologia do Trabalho e sua importância para empresas e funcionários

odontologia-do-trabalho-pos-graduacao

 

Visto que o bem mais importante de uma empresa é o capital intelectual ou seus recursos humanos, os empresários mais contextualizados com a nova realidade investem em programas de ergonomia, qualidade total, qualidade de vida, programas de promoção e educação em saúde e bem-estar dos colaboradores.

Neste cenário, também se verificou a Odontologia como parte importante em matéria de saúde ocupacional, visto que complementaria as ações da medicina em prol da saúde do trabalhador. Além disso, esse serviço diminuiria os índices de absenteísmo e de acidentes de trabalho, aumentando a produtividade do trabalhador e a lucratividade da empresa.

Percebida sua necessidade e importância, o CFO (Conselho Federal de Odontologia) através das resoluções de n° 22, de 27 de dezembro de 2001, e de nº 25, de 28 de maio de 2002, criou e regulamentou uma nova especialidade na área Odontológica, a Odontologia do Trabalho.  Seu objetivo é a busca permanente da compatibilidade entre a atividade laboral e a preservação da saúde bucal do trabalhador. As áreas de competência do especialista em Odontologia do Trabalho incluem:

  1. Identificação, avaliação e vigilância dos fatores ambientais que possam constituir risco à saúde bucal no local de trabalho, em qualquer das fases do processo de produção;
  2. Assessoramento técnico e atenção em matéria de saúde, de segurança, de ergonomia e de higiene no trabalho, assim como em matéria de equipamentos de proteção individual, entendendo-se inserido na equipe interdisciplinar de saúde do trabalho operante;
  3.  Planejamento e implantação de campanhas e programas de duração permanente para educação dos trabalhadores quanto a acidentes de trabalho, doenças ocupacionais e educação em saúde;
  4. Estatística de morbidade e mortalidade com causa bucal e investigação de suas possíveis relações com as atividades laborais;
  5. Realização de exames odontológicos para fins trabalhistas.

A Odontologia do Trabalho visa a melhoria da saúde oral, e para isso vai estudar os seus efeitos e sua influência sobre a produtividade no trabalho, bem como diagnosticar precocemente manifestações orais de doenças ocupacionais. O tempo despendido no tratamento do operário deve ser o menor possível, e será recuperado no cômputo geral dos benefícios prestados que seriam:

  1. Resolvendo o problema dentário, o trabalhador ficaria livre de dores repentinas, não haveria diminuição da capacidade produtiva se estivesse com padecimento dentário;
  2. Com a norma de hora marcada, dentro da indústria teria-se melhor cumprimento de visitas estabelecidas;
  3. Maior possibilidade de produtividade pela equipe, com a eliminação de tempo de espera, interrupções, congestionamento da sala de recepção (muito comum nos consultórios particulares) e, portanto, possibilitaria a diminuição do tempo total de tratamento;
  4. Maior segurança pessoal, pois ajudaria o operário a integrar-se na fábrica.

Portanto, um programa de assistência odontológica bem planejado que vise melhorar o estado oral dos trabalhadores contribuirá para melhorar a capacidade produtiva dos mesmos, ao procurar melhorar a saúde e eficiência do pessoal; diminuir a perda de tempo devido as emergências; permitir o diagnóstico precoce de doenças outras que tenham manifestações orais; diminuir os gastos por enfermidades, gastos de compensação e seguro; e, por fim, melhorar o bem estar dos trabalhadores por terem melhores condições de trabalho.

 

Ligamos para você!
0800 600 3720
Central de Matrículas
X
Nós ligamos para você!
Whatsapp