Medo de anestesia? Quando o receio é justificável

Em todo o mundo, por ano, são realizados mais de 240 milhões de procedimentos que envolvem anestesia. Só no Brasil, esse número chega a 12 milhões.

A amplitude dos locais e situações relacionadas à necessidade do médico anestesista cresceu de forma vertiginosa na última década.

No entanto, de acordo com a Organização Mundial de Saúde e com a Federação Mundial de Anestesiologistas, 5 em cada 7 habitantes do mundo não tem acesso a uma cirurgia ou anestesia seguras.

No Brasil a realidade não é muito diferente. Segundo especialistas, os brasileiros ainda precisam lidar com uma carência de pessoas, infraestrutura e suporte técnico para que as práticas que precisam desse tipo de sedação sejam feitas de forma segura.

A especialidade médica anestesiologia somente se tornou realidade em 16 outubro de 1886, nos EUA , no Hospital da Universidade de Harvard. Após uma demonstração utilizando éter, o dentista Willian Morton  anestesiou um paciente e deu início à era moderna da cirurgia.  O sofrimento e a dor tinham encontrado sua solução.

Mas não foi bem assim. Para o anestesiologista Enis Donizetti Silva, ainda há muito o que ser feito. “As sociedades médicas têm de investir mais em educação continuada; os sistemas de saúde devem usar medidas de avaliação e formas de pagamento que busquem responsabilizar o cuidador pelo resultado, por performance”, afirma.

Além disso, o profissional acredita ainda que hoje a anestesia não é um tema de relevância nas discussões sobre saúde. Fator que dificulta melhorias  na área. “Falamos da fila, da demora no atendimento, da falta de médicos, de enfermeiros e de outros profissionais de saúde, da ausência de leitos de UTI, de prontos-socorros, da falta e do custo de remédios e tratamentos, entre outras tantas mazelas. A pergunta que fica para todos aqueles que militam nessa área. Temos feito o melhor que podemos e devemos?”, questiona Silva.

Fonte: veja.abril.com.br/blog/letra-de-medico/a-anestesia-em-muitos-lugares-no-pais-falta-suporte-tecnico-para-um-procedimento-seguro/

 

Ligamos para você!
0800 600 3720
Central de Matrículas
X
Nós ligamos para você!
Whatsapp