Você sabia que o sono interfere na produção de colágeno?

O colágeno é a proteína mais abundante no corpo. E ela desempenha funções importantes, como dar sustentação à pele, articulações, cartilagens, músculos e estruturas do corpo que não precisam da sustentação dos ossos.

No entanto, a partir dos 25 anos de idade, a produção natural de colágeno pelo corpo passa a diminuir 1% a cada ano, o que facilita a degeneração destes tecidos, deixando a pele mais flácida, com linhas de expressão e rugas.

 Outros fatores também influenciam na queda da produção natural de colágeno, como mudanças hormonais, stress, má alimentação e abuso do álcool e cigarro.

 Além disso, uma noite mal dormida também afeta e muito a produção dessa proteína. Isso porque, a produção do colágeno e da elastina aumenta devido aos picos de secreção do hormônio do crescimento no início da noite.

Quando você não tem um sono adequado o ritmo biológico se modifica. A síntese de melatonina, o hormônio que regula o nosso padrão de sono/vigília, fica alterada, interferindo em todo o processo regenerativo associado ao sono.

O corpo produz mais cortisol, o “hormônio do estresse’’, causando uma diminuição na produção de colágeno, um dos principais componentes da pele. Menos elástica e menos firme, os sinais de envelhecimento da pele aparecem precocemente.

Quantos tipos de colágeno existem?

Existem pelo menos 16 tipos de colágeno. Os quatro tipos principais são os tipos I, II, III e IV

Tipo I: Este tipo representa 90% do colágeno do seu corpo e é feito de fibras densamente embaladas. Ele fornece estrutura para a pele, ossos, tendões, cartilagem fibrosa, tecido conjuntivo e dentes.

Tipo II: Este tipo é feito de fibras mais frouxamente empacotadas e é encontrado na cartilagem elástica, que servem de “almofadas” articulações.

Tipo III: Este tipo suporta a estrutura dos músculos, órgãos e artérias.

Tipo IV: colágeno que forma redes e é encontrado em camadas de sua pele.

Nutrientes Que Aumentam A Produção

Todo o colágeno começa como procollagen.

Seu corpo produz procollagen combinando dois aminoácidos: glicina e prolina. Este processo utiliza a vitamina C.

É possível ajudar o seu corpo a produzir esta proteína importante, para isso é importante garantir a abundância dos seguintes nutrientes:

Vitamina C: grandes quantidades são encontradas em frutas cítricas, pimentões e morangos.

Prolina: grandes quantidades são encontradas em clara de ovo, repolho, aspargos e cogumelos.

Glicina: Grandes quantidades são encontradas na pele de porco, pele de frango e gelatina, mas a glicina também é encontrada em vários alimentos que contêm proteínas.

Cobre: Grandes quantidades são encontradas em carnes de órgãos, sementes de gergelim, cacau em pó, caju e lentilhas.

O corpo precisa de proteína de alta qualidade, que contém os aminoácidos necessários para produção de novas proteínas. Carne, aves, frutos do mar, legumes são excelentes fontes de aminoácidos.

Fontes Alimentares Naturais De Colágeno

Ele é encontrado nos tecidos conjuntivos de alimentos animais. Por exemplo, é encontrado em grandes quantidades na pele de frango e porco.

Uma fonte particularmente rica é da proteína é o caldo de osso, feito ao ferver os ossos de frango e outros animais.

Outros Alimentos:

Ovos, carne, frutas cítricas, frutas vermelhas, vegetais de cor escuras, tomate, pimentão, nozes e amêndoas, alho, chá branco e ostras.

Ligamos para você!
0800 600 3720
Central de Matrículas
X
Nós ligamos para você!
Whatsapp